Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES
NA SESSÃO REALIZADA EM 19 DE MARÇO DE 2009




SENHOR PRESIDENTE
SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:




Analisando nuances da atual conjuntura, em longa entrevista, publicada no jornal CORREIO BRAZILIENSE, o Ministro JOSÉ GOMES TEMPORÃO reportou-se aos dois anos à frente do Ministério da Saúde, mencionando aspectos importantes do ingente esforço para melhorar o atendimento ao povo brasileiro, através de políticas públicas de largo alcance em relação à comunidade brasileira.

Destacando que a supressão da CPMF foi danosa à aludida Pasta, já que representaria, agora, algo em torno de vinte bilhões de reais motivando-o a declarar, incisivamente, na ocasião que “fora um dia muito ruim para os rumos da saúde pública brasileira”.

É indiscutível que o seu prestigio na condição de técnico de alto nível, com excelente aceitação nos círculos científicos, inclusive no Exterior, Temporão juntou o decidido apoio do nosso partido – o PMDB – bem assim de entidades conceituadas, para promover modificações estruturais que, aos poucos, consolidaram indestrutívelmente o conceito de profissional competente e dinâmico.

Acentuando alguns pontos que lhe pareceram essenciais, capazes de garantir eficácia ao Ministério, relembrou aquele auxiliar direto do Presidente Lula da Silva que “o combate a AIDS, especialmente o licenciamento compulsório do EFAVIRENZ somou-se à colocação do álcool como problema de saúde pública, valendo realçar, igualmente, a estruturação de unidades de pronto atendimento 24 horas, as denominadas UPAS”.

No que tange às UPAS, acenou o Ministro que a meta será instalar, até o ano de 2.010 cerca de 500 unidades, em todo o Brasil. Esta montagem passou a constituir anseio permanente de quantos integram os quadros técnicos e administrativos daquele nevrálgico setor da administração pública da União.
Estabelecendo diferenciação entre o técnico e o político, José Gomes Temporão enfatizou que “sempre fiz política de saúde, buscando apoio da sociedade para a consecução de suas arrojadas programações de proficiente ação administrativa”.

Correligionário que sou do ocupante do referenciado Ministério confio em que os recursos deverão ser alocados com mais ponderabilidade, a exemplo de tantas vezes em que vimos reclamando desta tribuna.


MAURO BENEVIDES
Deputado Federal

 

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados