Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 09 DE OUTUBRO DE 2012

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Inicia-se, hoje, nova rodada de debates no âmbito do COMITÊ DE POLÍTICA MONETÁRIA em torno da conjuntura econômico-financeira, a exemplo do que ocorre a cada quarenta dias, com os trabalhos sendo acompanhados pari-passu pelos observadores de área reconhecidamente nevrálgica, na qual se concentram as apreensões dos setores especializados nessa delicada temática.

Vaticina-se que é possível nova, embora discreta redução na Taxa Selic, que poderá sofrer um decesso de 0,25%, sinalizando preocupação com vistas ao crescimento do Produto Interno Bruto, avaliado, ainda, além dos 2%, o que preocupa o Ministro Guido Mantega e o Presidente do Banco Central, Ministro Alexandre Tombini e o próprio Palácio do Planalto, além, obviamente, do próprio Congresso Nacional.

A mídia, hoje, através de seus Cadernos especializados, admite essa possibilidade, subestimando-se o aspecto inflacionário, até aqui satisfatoriamente contido em decorrência dos esforços governamentais.

Ainda permanece o receio de que não ultrapassaríamos, em termos de PIB, a casa dos 1,5%, o que frustraria a própria Presidente Dilma Rousseff, inconformada  com os percalços que dificultariam a expansão desse percentual, reputado ínfimo para uma Nação Emergente, que já esteve posicionado bem mais expressivamente, em oportunidades anteriores, com ressonância junto ao G-20.

Ontem, por exemplo, o Fundo Monetário Internacional já revia a sua projeção mais recente, em torno de 2,5%, para enquadra-la no parâmetro bem mais modesto, o que passou a propiciar, ainda mais acentuadamente, as autoridades da área, com reflexos diretos nas decisões do COPOM.

Sempre tem sido alegado que a Zona do EURO, epicentro da crise internacional, deverá ter contração de 0,4%, em que pese a colaboração permanente do Banco Europeu e do próprio FMI.

O relatório a ser divulgado, após a reunião que hoje principia, conterá as razões do procedimento adotado, permitindo que se conheçam as razões determinantes desse novo esperado posicionamento daquele importante colegiado de nossa estrutura de governo.   

  

                              MAURO BENEVIDES

                       Deputado Federal

 

 

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados