Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 23 DE OUTUBRO DE 2012

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Expressivas solenidades cívicas foram levadas a efeito, ontem, em Fortaleza, para assinalar a passagem dos Setenta anos da Décima Região Militar que tem, hoje, à sua frente o general de divisão Geraldo Gomes de Matos Filho, prestigiado pelos seus comandados e pela sociedade cearense, num vinculo de integração entre as Forças Armadas e todas as camadas de nossa comunidade.

Durante o magno evento foram agraciadas algumas personalidades que ali estiveram a começar pela Senhora Yolanda Vidal Queiroz, presidente do Grupo Edson Queiroz, além de outras destacadas figuras, contempladas com a medalha Martins Soares Moreno, legendária figura de nossos fastos historiográficos.

Coube ao Capelão Militar, Tenente Coronel Noronha, proferir oração gratulatória, após a qual invocou benção pela transcorrência de um fato de extraordinária ressonância para o Nordeste brasileiro.

Bem jovem ainda, guardo recordação da chegada à nossa Metrópole do primeiro titular da 10º Região, general FRANCISCO GIL CASTELO BRANCO, acolhido pelas mais altas autoridades e recepcionado pela sociedade cearense, nos salões do tradicional Clube dos Diários, à época presidido pelo saudoso médico Eliezer Studart da Fonseca, cabendo a saudação formal ao meu tio Fernando Eduardo Benevides, secretário daquele sodalício.

Sucederam-no, na direção máxima do Exército em nossa Unidade Federada, figuras como o general Onofre Muniz Gomes de Lima, depois eleito Senador pelo Estado do Ceará, na legenda do antigo Partido Social Democrático, então sob a liderança do ex-governador e ex-senador, Francisco de Menezes Pimentel, que se alçou ao Congresso Nacional, ocupando, por breve espaço de tempo, o Ministério da Justiça, na interinidade do presidente Nereu Ramos, na época titular da Chefia do Poder Legislativo brasileiro.

Vários outros comandantes poderiam ser, igualmente, recordados como Otávio da Silva Paranhos, Edgardino Pinta, Itiberê Gouveia do Amaral, Paulo Studart Filho e muitos de igual evidência, que desfrutaram do respeito de todos os nossos segmentos sociais.

Por se tratar de efeméride de significação histórica, entendi de meu dever registrá-lo, desta tribuna, na minha condição, também, de membro do Instituto do Ceará (Histórico, Geográfico e Antropológico), que já teve à sua frente o general Tácito Teófilo Gaspar de Oliveira, brilhante orador e profundo conhecedor de nossas mais caras tradições e detentor de sólida formação patriótica.     

                               MAURO BENEVIDES

                       Deputado Federal

 

                                                                                              

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados