Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 06 DE DEZEMBRO DE 2012

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

O mundo inteiro pranteia o desaparecimento de OSCAR NIEMEYER cuja genialidade fê-lo projetar, em suas miraculosas pranchetas, uma cidade monumental, que haveria de ser proclamada, anos depois, como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Não poderia o Congresso Nacional iniciar as suas tarefas de hoje sem homenagear, comovidamente, uma figura estelar, que se destacou perante o mundo pelo perfeccionismo de uma arquitetura, concebida, a exemplo da Capital da República, cujo traçado urbanístico foi compartilhado com Lúcio Costa, numa duplicidade de encargos que se harmonizaram, para gerar algo que postulara o grande Presidente Juscelino Kubitschek, inspirado no decantado sonho de Dom Bosco, referenciado em todos os textos históricos, que relembram os primeiros momentos do despertar de uma nova metrópole.

Prestes a completar 105 anos,  ele ainda se dispunha a continuar dando vazão à sua invejável criatividade, sem desprezar sonhos que soube acalentar fervorosamente, numa ânsia imperturbável, que nem a doença seria capaz de frustrar.

Vindo a essa Metrópole para dela despedir-se simbolicamente, Niemeyer levará consigo a saudade dos que permanecem no multifacetado das respectivas atribuições, como é o nosso caso, compondo o Parlamento, e buscando torná-lo palco de debate das grandes decisões nacionais.

Seguidas vezes palmilhamos as rampas do Senado e da Câmara em momentos cruciais para os nossos rumos como Instituição em que se prega, sobretudo, a defesa intransigente dos Direitos de Cidadania.

E Oscar Niemeyer, como Cidadão do Mundo, continua sendo o fanal do nosso posicionamento para guardar fidelidade aos ideais de Democracia, que sempre haverão de nortear a retilínea postura do Congresso Nacional e dos demais poderes da República.

O velho Oscar, guardião também das liberdades públicas, parte para Eternidade, no embalo de nossas esperanças – que sempre foram as mais fagueiras - de um País essencialmente mais justo e mais humano, em que jamais se permita frustrarem-se, entre nós, os inapagáveis sentimentos de liberdade e justiça social.

                  MAURO BENEVIDES

                       Deputado Federal

 

                                                                                              

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados