Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 13 DE DEZEMBRO DE 2012

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Tomou posse, em brilhante solenidade, o novo Presidente do Tribunal de Contas da União, nosso ex-colega, nesta Casa Legislativa, AUGUSTO NARDES, que aqui teve destacada atuação, identificado com questões relevantes, que, à época, eram submetidas à apreciação deste plenário.

Guindado aquela Corte, o ilustre filho do Rio Grande do Sul vem-se portanto, ali, com a maior dignidade, impondo-se ao respeito e à admiração de seus Pares por uma conduta ilibada, oferecendo pareceres judiciosos, sempre calcados na linha de austeridade do TCU, de maneira irrepreensível.

Como instituição secular, o Tribunal tem-se mantido fiel à diretriz constitucional de AUXILIAR o CONGRESSO na sua tarefa de fiscalização e controle, rigorosamente dentro das prescrições vigorantes, o que o torna fundamental para preservar o interesse público.

Discursando na ocasião de sua merecida ascensão, Nardes deixou patente o seu inabalável propósito de empenhar-se para que, dentre outros objetivos de real magnitude, as despesas consequentes da COPA DO MUNDO sejam acompanhadas severamente, para que não ocorram descumprimento dos imperativos que a legislação pertinente prescreve explicitamente.

Convidado que fomos para a solenidade, desejo, em nome de minha bancada, felicitar o nosso antigo colega neste Plenário, absolutamente convicto de que o seu desempenho manter-se-á com redobrada proficiência, sempre balizado nos preceitos da Carta Cidadã, de 5 de Outubro 1988, que ele jurou respeitar, ao investir-se em suas nobres e elevadas tarefas institucionais.

Reitero, portanto, irrestrita confiança à porfia de que se incumbirá, agora, como novo dirigente do TCU, ensejando a que os recursos originários do Erário, sejam correta e eficazmente aplicados, dentro dos ditames da lei.

Se esse sempre foi o encargo nobilitante ao longo da existência, agora, sob a condução da nova composição do Colegiado preservará a impecável linha de observância rígida da Carta Magna, sem tergiversações ou tibiezas.

 

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados