Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 18 DE FEVEREIRO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

 

A mídia mundial vem-se ocupando, em meio a grandes espaços, da RENÚNCIA do Papa Bento XVI, num gesto inusitado, que surpreendeu os próprios círculos mais próximos do VATICANO, justificado por debilidade física para enfrentar os árduos desafios de Chefe da Igreja Católica, na presente conjuntura.

Durante oito anos, sucedendo a João Paulo II, Joseph Ratzinger comandou o imenso rebanho de milhões de fiéis no mundo inteiro, enfrentando questões que desafiaram a sua argúcia e clarividência, embora assistido, de perto, pelo Cardeal Tarcísio Bertone, Secretário de Estado, - o segundo, aliás, da hierarquia da Santa Sé e que, por ele foi indicado como CARMELENGO, com a responsabilidade de articular o CONCLAVE, a reunir-se no mês entrante, em data a ser aprazada, com outros Cardeais, que já começam a se deslocar para a Cúria Romana.

Recorde-se que, em julho vindouro, estava prevista a estada, entre nós, de BENTO XVI, no ENCONTRO MUNDIAL DA JUVENTUDE, sob enorme expectativa do governo e povo brasileiro, já que o evento teria ressonância inigualável, com a presença, também, de todos os Prelados da América Latina e até de outras Nações.

Em sua prédica, na Missa da Quarta-Feira de Cinzas, o Papa mencionou a sua “fragilidade física” para solucionar a contento os desafios da Igreja Católica, cada vez mais absorventes, reclamando acuidade e esforço para identificar rumos que mais se compatibilizassem com a realidade cristã em todos os Continentes.

Ao seu lado, sacerdote há 53 anos, acha-se o salesiano, Cardeal Bertone, licenciado em TEOLOGIA e História da religião pela Faculdade Salesiana de Turim, na capital piamonesa e hoje, responsável maior por tudo que se passa na Cúria Romana.

Os primeiros Cardeais, com direito a voto no Conclave, principiaram a chegar a Roma, o que possibilitará, sem dúvida, a antecipação da importante Assembleia, da qual participarão CINCO CARDEAIS brasileiros, já que os demais, como o cearense JOSÉ FREIRE FALCÃO, Arcebispo Emérito de Brasília, já ultrapassaram a faixa etária para a escolha papal, fixada em oitenta anos.

Que o sucessor de BENTO XVI enfrente com sapiência e lucidez, os novos desafios, buscando a unidade da Igreja Católica e a harmonia de seus milhões de fiéis.    

 

                              MAURO BENEVIDES

                              Deputado Federal

 

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados