Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 13 DE MAIO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Na última sexta-feira, ausente de Brasília, para cumprir programação política em meu Estado, não me foi possível comparecer à comemoração do DIA DO TAQUÍGRAFO, a fim de testemunhar a minha admiração por uma carreira intrinsecamente vinculado ao Poder Legislativo, responsável pelo apanhado de todos os pronunciamentos que aqui se operacionalizam, na busca de aprimorá-los, sem desfigurar o pensamento dos oradores, exteriorizados, muitas vezes em meio a acirrados debates que se prolongam exaustivamente.

Com quatro décadas de vivência na hierarquia legislativa, como vereador de Fortaleza, Deputado Estadual em diversas legislaturas; Senador da República, em dois momentos; membro desta Casa ao longo de quatro investiduras, jamais deixei de reconhecer a relevância da tarefa cumprida por competentes profissionais, que se esmeram no cabal atendimento de árduos deveres funcionais.

Muitas vezes, quando o Plenário é palco de discussões de maior efervescência, os apartes se sucedem, na simultaneidade de intervenções, reclamando dos servidores redobrada acuidade a fim de compor os textos, inserido-os com absoluta exatidão, para os registros indispensáveis, capazes de preservar, induvidosos, os pensamentos expostos por parte dos nossos legisladores.

Quando exercia, em 1991-1992, a Chefia do Congresso Nacional, dotei a Taquigrafia do Senado de moderna estrutura de computadores, à altura do nosso Legislativo, estimulando, desta forma, os qualificados senadores, ali, lotados, a desfrutarem de condições de trabalho, ainda mais eficazes, a exemplo do que, igualmente, agora se registra nesta Casa Legislativa.

Quando o Deputado Eduardo Gomes exercia a 1º Secretaria, participei de eventos no curso do qual a então Diretora do departamento Cássia Botelho anunciou algumas inovações introduzidas, ali, com registro do nosso desempenho em Plenário e algumas Comissões Técnicas e Especiais, deixando-nos mais abalizadamente convictos do impecável direcionamento, ali, adotado de forma exemplar.

Saúdo, pois, todos os taquígrafos, de forma particular os que conosco mourejam, no ingente afã de manter, indelevelmente consignados, o pensamento, ideias e esforços despendidos para corresponder aos encargos do múnus público, conferido pelo poder originário, que é o próprio povo, na soberania de sua vontade.  

                  MAURO BENEVIDES

                         Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados