Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 23 DE MAIO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Em matéria publicada na edição do ultimo domingo, de O Estado de S. Paulo, de responsabilidade dos jornalistas Eduardo Bresciani e Bia Sampaio, a Transposição de Águas do Rio São Francisco, após seis anos de iniciada, já aponta canais de concreto estourados, valas a céu aberto e raros canteiros em atividade, o que evidencia uma visão desalentadora, que reclama maior atenção do governo federal, a fim de que o mega empreendimento não se transforme em desilusão para milhões de nordestinos, que sempre admitiram a obra como alternativa válida para reduzir o impacto cíclico da estiagem, em extensa faixa do polígono das Secas.

Destaque-se, por oportuno, que a própria Presidente Dilma Rousseff, no ano passado, vistoriou o encaminhamento dos trabalhos, na companhia do Ministro da Integração Nacional Fernando Coelho, enfatizando aos auxiliares diretos que recompusessem os equívocos ocorridos e avigorassem o ritmo da construção, já que a iniciativa se situava numa linha de prioridade para a respectiva gestão.

No dispêndio dos cronogramas financeiros, comenta o articulista que as aplicações ocorreram bem aquém da consignação orçamentária, apesar da vigilante fiscalização do Minter, através do próprio titular, entusiasta do projeto, idealizado ainda ao tempo de seu antecessor, Ciro Ferreira Gomes.

Torna-se indispensável, pois, que providências sejam adotadas com maior celeridade, evitando paralizações ou andamento lento, capaz de delongar ainda mais o planejamento inicial, já procrastinado inevitavelmente, em razão dos atrasos até agora constatados, inclusive pela própria titular do Planalto.

Da mesma maneira, mencione-se retardamento na construção da TRANSNORDESTINA outro ponto crucial para impulsionar o nosso desenvolvimento, uma vez que o traçado PORTO DE SUAPE – Missão Velha (CE) e Eliseu Martins, no Piauí, experimenta, igualmente desaceleração, o que frustra a expectativa de quantos acompanham, ali, os trechos paralisados, apesar de o presidente Lula da Silva haver garantido, pessoalmente, que nada faltaria para a execução do importante projeto.

Diante disso, entendi de meu dever, desta tribuna, abordar esses fatos lastimáveis, na esperança de que o Poder Central adote as medidas saneadoras, restabelecendo o cumprimento de prazos, sem permitir adiamentos inadmissíveis.

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados