Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 17 DE JUNHO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

A Arquidiocese de Brasília apresta-se para realçar, no próximo dia 29 de junho, em solene Celebração Eucarística o JUBILEU DE PRATA CARDINALÍCIO do nosso Arcebispo Emérito, S. Eminência DOM JOSÉ FREIRE FALCÃO, cearense de nascimento, criado Cardeal pelo saudoso Papa João Paulo II, durante o seu frutuoso Papado, recordado, com elogios por todos os sucessores, a exemplo de Bento XVI e o atual PAPA FRANCISCO, que dirige os destinos do Vaticano com incomparável espírito de comovedora humildade.

Como conterrâneo de Dom Falcão, relembro os primórdios da ordenação sacerdotal a cargo do Bispo da Diocese de Limoeiro do Norte, no Ceará, Dom Aureliano Matos, sempre lembrado em toda região jaguaribana pela notável obra evangelizadora que, ali, realizou no século passado, sendo sucedido, anos depois, pelo Bispo Auxiliar, o hoje Cardeal Falcão, nascido na cidade de ERERÊ, desmembrada de Pereiro na região limite com o Rio Grande do Norte, no Sertão adusto do Nordeste brasileiro.

O jovem sacerdote conviveu de perto com os colegas de Diocese, a começar do Monsenhor Otávio Santiago, Vigário Geral; o piedoso Cônego Misael Alves da Silva e do diretor do Colégio Diocesano, Padre Pitombeiras, ainda em atividade na cidade de Limoeiro do Norte, após haver lecionado a sucessivas gerações de ilustres conterrâneos, muitos deles guindados a posições de relevo no Ceará e no País.

À frente da Arquidiocese de Teresina, Dom José Freire Falcão empreendeu proficiente gestão, a ponto de, alguns anos depois, haver sido deslocado para o Arcebispado de Brasília, quanto tornou ainda mais brilhante o seu labor em prol do Povo de Deus.

Foi, aqui, na Capital da República que ele recebeu a grata e auspiciosa noticia de haver sido Criado CARDEAL por JOÃO PAULO II, sempre numa postura serena, convicto de que os seus encargos seriam ampliados, substancialmente, por força da sabia decisão da Santa Sé.

Como conterrâneo e amigo de Cardeal Falcão, não poderia deixar de registrar, neste Plenário, falando pela bancada cearense, esse acontecimento tão alvissareiro, saudando SUA EMINÊNCIA respeitosamente, por quantos integram a representação de nossa Unidade Federada nesta Casa do Parlamento Nacional.

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

 

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados