Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 17 DE JULHO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

O PERÍMETRO IRRIGADO do DEPARTAMENTO NACIONAL DE OBRAS CONTRA AS SECAS em ICÓ-LIMA CAMPOS, foi ocupado por trezentos agricultores na busca de providências do Órgão para regularizar ampla área irrigada, apresentando PAUTA de reivindicações, objetivando normalizar o funcionamento daquele setor, que padece de maior atenção por parte dos que dirigem a Instituição cuja criação ocorreu ainda em 1909, sob a denominação de Inspetoria, prestando relevantes serviços ao nosso Estado e ao Nordeste brasileiro.

Tendo visitado algumas vezes aquela região, na condição de representante de Icó no Parlamento Nacional, quer como Senador no passado e, agora, como Deputado Federal, não poderia deixar de apelar veementemente para o Diretor Geral EMERSON FERNANDES, no sentido de que adote as medidas indispensáveis à normalidade daquele setor, acolhendo as postulações constantes do memorial elaborado pelos lideres dessa mobilização.

A Vereadora Maria do Cal e o seu colega Ademir Maciel estiveram no local,  prestando solidariedade aos prejudicados, dispondo-se a levar o fato ao Plenário o Legislativo local, cabendo-me fazê-lo desta tribuna, na expectativa de que o próprio Ministro da Integração, Fernando Bezerra, determine pronta ação de sua Pasta para acolher as justas pretensões dos irrigantes.

Um dos pleitos de maior relevância segundo os líderes políticos Dr. Quilon e o ex-vice Prefeito Dr. Charles é sem dúvida a construção de um Canal de Adução, aguardado, já ha TREZE ANOS, sem concretização como desejam aqueles que, ali, empreendem as suas atividades quotidianas, para respectiva sobrevivência.

Diante desse quadro de insatisfação justificada, decidi ocupar o Plenário, nesta sessão, para prestar a minha solidariedade à legião de prejudicados, ao mesmo tempo em que espero do comando do Departamento uma ação pronta e eficaz, em condições de acatar os legítimos anseios dos agricultores, ora vivenciando um momento de agruras, que merecem firme decisão daquela centenária Autarquia.

Ao Diretor Geral caberá atuar com celeridade, pondo fim a esse quadro angustiante, que não pode mais perdurar, pela gravidade de que se reveste.

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados