Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 27 DE AGOSTO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Em pesquisa levada a efeito pelo IBOPE, em parceria com o Estado de S.Paulo, foi constatado que apenas 7% disseram saber do que se tratava a Reforma Política, tema que há sido exposto, diariamente, pela mídia e abordada, insistentemente, neste Plenário, por diversos partidos e seus representantes nas duas Casas do Congresso Nacional.

Diante dessa avaliação, torna-se ainda mais evidente a inviabilidade de um PLEBISCITO de que se cogitou, por sugestão da própria Presidente Dilma Rousseff, num instante em que a voz das ruas clamava por alterações em nosso sistema eleitoral, ao lado de outros temas como MAIS EDUCAÇÃO e MAIS SAÚDE, itens já solucionados, definitivamente, por membros do Poder Legislativo brasileiro, tendo como lastro financeiro os royalties do petróleo.

A ilação extraída através de pesquisadores aponta para a constatação de que a reforma política é importante, mas que muito pouco se sabe sobre a mesma. “Vai realçando, também, que dois, em cada três brasileiros ouviram falar, pela primeira vez, do assunto, ao serem interpelados por pesquisadores, ou nem sequer conseguiram responder à questão e menos de 1 em 10 entrevistados disse saber bem do que se trata”.

Um outro ponto sempre controvertido é o relativo ao financiamento das campanhas eleitorais, com grau de conhecimento de apenas 22 entre 100 consultados.

Ressalte-se, por outro lado, que cerca de 39% inclinaram-se a favor do financiamento exclusivos, até mesmo a hipotética inserção da aceitação de doações de pessoas físicas.

Sobre tudo isso deve esta Casa meditar, nas próximas horas, a fim de que a tese reformista não venha a ser subestimada pelos setores populares, daí a necessidade de os órgãos de comunicação colaboraram com o Parlamento no pleno conhecimento dessa palpitante temática.

Que venha a reforma, seguida de amplo esclarecimento, de conotação pedagógica, a fim de que não se frustre, a nossa, nem a expectativa de milhões de brasileiros.

Se apenas 7% consideram-se a par das alterações, passa a ser exigência inadiável uma divulgação pedagogicamente direcionada para atender a essa preocupante indiferença popular.

 

MAURO BENEVIDES

Deputado Federa

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados