Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 16 DE SETEMBRO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Conforme fora acertado entre os Presidentes das duas Casas do Parlamento, deverá realizar-se, amanhã, sessão especial do Congresso destinada à apreciação de VETOS PRESIDENCIAIS, incidentes sobre matérias enviadas, com a recusa do Executivo, utilizando, para tanto, prerrogativa, que lhe é definida através da Carta Magna.

Na ultima dessas deliberações, não se registrou a recusa de nenhuma das proposições vetadas pela Primeira Magistrada, numa articulação conduzida por partidos da base aliada, apesar da mobilização dos segmentos envolvidos, muito bem sintonizados com os grupos de pressão legítima, sobre os membros do Senado e da Câmara dos Deputados.

Uma das matérias mais controvertida continua a ser multa do FGTS, com o posicionamento, pela rejeição, endossada por entidades empresariais, através de seus órgãos mais representativos, inclusive a poderosa CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA, presidida pelo líder Robson Braga Andrade.

É muito provável que o comparecimento, nesta terça-feira, possa ser dos mais significativos, em razão também de outros itens que serão submetidos ao crivo final e decisivo dos legítimos representantes populares.

Já, hoje, os envolvidos far-se-ão presentes ao Distrito Federal para proceder aos contactos com os nossos colegas, cada qual apresentando razões que justificariam a rejeição dos aludidos vetos.

A sistemática regimental até aqui seguida é a do Voto Secreto, embora deliberação recente deste Augusto Plenário haja sido pelo voto aberto, faltando, ainda, para sua implantação, o indispensável pronunciamento dos integrantes do Senado da Republica.

      Muitos outros itens comporão o rol dos temas selecionados, devendo as cédulas serem confeccionadas pela Gráfica do Senado, com orientação do Prodasen, cujo quadro de servidores é dos mais qualificados na estrutura congressual.

         Por ser secreto, ninguém arrisca prognóstico a respeito, embora as lideranças governamentais considerem tranquila a preservação da recusa da titular do Planalto.

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados