Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 24 DE SETEMBRO DE 2013

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

As atenções dos representantes diplomáticos na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, voltaram-se, no final desta manhã para o pronunciamento que, ali, foi feito pela Presidente Dilma Rousseff, que mantém tradição instaurada ainda ao tempo do saudoso OSVALDO ARANHA – o primeiro a discursar naquele tradicional evento, do qual participam, hoje, representantes diplomáticos de todas as Nações, num total em torno de 190.

Sem ter sido divulgado, ainda, o texto lido pela nossa Primeira Magistrada, tudo indica que o marco regulatório da Internet  e o incidente diplomático, ligado à espionagem, a que estivemos submetidos, hajam sido objetos de apreciação, embora o último item possa ter-se enquadrado no contexto de normas de uma convivência que ainda deve perdurar, por inspiração de objetivos comuns, que a ambos interessa preservar, por obvias motivações.

Todos os titulares do Executivo mantiveram tal compromisso, valendo destacar que, ao tempo da gestão José Sarney, também ali estive, compartilhando de um momento ímpar para a minha modesta trajetória, quando ainda era Embaixador, o saudoso Paulo Nogueira Batista, que dirigia a chamada Missão Brasileira, localizada na 3ª Avenida, para onde Acorriam os delegados brasileiros, a fim de tomar conhecimento das decisões assentadas, em cada sessão e levadas a efeito, naquela fase de amplas discussões, de natural complexidade.

É bem possível que, logo mais, a mídia internacional por seus prestigiosos veículos de comunicação, venham a comentar o discurso de nossa Titular do Planalto, com enfoque, naturalmente, da temática mais complexa, qual seja a da solerte incursão dos domínios econômicos do País, particularmente as potencialidades da portentosa estatal Petrobrás, com seus campos de exploração, em via de procedimento licitatório.

Com a sua inquebrantável firmeza de convicções, a Chefe do Poder Executivo deverá ocupar generosos espaços da televisão e dos jornais, alçando-se ao centro de convergência dos grandes debates, que ora se iniciam, sob as vistas atentas do mundo inteiro.

Na sexta-feira, ao regressar ao nosso seio, o Brasil ouvirá a sua versão, com autenticidade e precisão, dos argumentos ali expendidos.

 

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados