Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 27 DE MAIO DE 2014

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

A partir de hoje, o Conselho de Política Monetária iniciará nova rodada de reuniões, para definir a Taxa de Juros, tudo indicando que não serão majorados os índices atuais, já situados num parâmetro insuportável, que suscitou reações dos segmentos empresariais e surpresa dos investidores, relembrando que, num passado remoto, foi quando igual montante chegou a ser arbitrado em nível idêntico, com ressonância, indiscrepantemente, recusada pela opinião pública do País.

O Presidente do Banco Central, Ministro Alexandre Tombini, entende que os índices inflacionários foram contidos e nada justificaria qualquer outra majoração, que, aliás, desgasta a imagem do Poder Executivo e de sua titular, a Presidente Dilma Rousseff, ora disputando reeleição, bem posicionada em recente pesquisa, apurada pela mídia quando obteve 40% de aceitação popular.

Todos os especialistas em Mercado, entendem que não seriam mais possíveis quaisquer acréscimos, já que isso projetaria, desfavoravelmente, a imagem do Brasil diante da conjuntura econômica mundial, especialmente junto ao Grupo-Econômico (G-20) e os nossos parceiros do BRIC’s, englobando também, a Rússia, China , a Índia e a África do Sul.

Como sempre acontece, na quarta-feira, a decisão será relatada em ATA circunstanciada, quando haverão de contar as argumentações expendidas pelos Conselheiros, a fim de que conheçamos o embasamento do novo posicionamento, assumido pelo COPOM, depois das anteriores reuniões, todas elas de sentido aumentista, que desprestigia a imagem de nossa Nação.

Em fase pré-eleitoral, os atos oficiais são habitualmente explorados pelos candidatos oposicionistas, o que terminaria por prejudicar a imagem da Primeira Mandatária, disposta a prosseguir no Cargo, sempre buscando sintonia com todas as camadas da população.

Uma política de juros elevados não seria recomendável nesse momento, às vésperas das convenções partidárias e o ínicio de uma outra porfia, com três candidatos fortes disputando o curul presidencial.  

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados