Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 16 DE JUNHO DE 2014

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Em ampla matéria publicada na mídia nacional, o senador Pedro Simon anuncia o propósito de não mais concorrer a cargo eletivo, após brilhante desempenho, liderando o MDB/PMDB de seu Estado e revelando, em todas as oportunidades, o seu talento e sensibilidade para analisar a conjuntura política, em todos os períodos, nestes 60 anos de proficiente atuação no panorama institucional do País.

No seu Estado, o Rio Grande do Sul, ele pontificou como figura, inquestionavelmente, estelar, cumprindo mandatos sucessivos de deputado estadual até alçar-se a Cadeira Senatorial, sempre vinculado aos princípios de dignidade inigualável, predisposto a insurgir-se contra aquilo, que, em sua exegese, não se ajustava a padrões de inafastável austeridade, aos quais, permanentemente, estava a defender, na tribuna, com a veemência que o caracteriza como RETOR brilhante, com embalo oratório, que sempre alcançou todos os segmentos populacionais de nossa Nação.

Transformou-se, assim, entre os seus Pares, como vulto incontestavelmente paradigmático, somando admiradores em todos os estamentos da mídia e dos círculos mais conscientizados da opinião pública do País.

Como meu companheiro no Congresso Nacional, particularmente no Senado, nunca deixei de ouvi-lo em instantes de delicadas deliberações, que reclamavam clarividência e descortino mais abalizados, para anunciar soluções de pendências sobre as quais me deveria manifestar como Chefe do Poder que integrávamos.

Com uma postura ética inigualável, transformou-se em parlamentar, habitualmente, consultado em deliberações de caráter institucional mais delicado, sempre escutado pelos colegas, que continuam a respeita-lo, após seis décadas de ininterruptos mandatos, outorgados pelo bravo povo gaúcho.

Se a anunciada decisão, agora adotada, foi entendida por todos os seus amigos e correligionários, embora a extraordinária vitalidade perdure, nitidamente, em todos os respectivos pronunciamentos, não se lhe pode negar o direito de entregar-se aos livros que, certamente, ainda elaborará, a exemplo de outros que a critica acolheu como relatos preciosos, de episódios marcantes de nossos fastos historiográficos.

Com este breve registro, na tribuna, diria que Pedro Simon, como autentico Varão de Plutarco, foi um incansável pregador da moralidade em setores vitais do nosso País.

A democracia deve-lhe incomensurável contributo ao aperfeiçoamento no País, que ora proclamo por imperativo dever de justiça.

Ninguém o excedeu em correção e dignidade na sua porfia indormida em prol dos ideais democráticos.

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados