Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES

NA SESSÃO DE 24 DE JUNHO DE 2014

 

 

SENHOR PRESIDENTE

SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:

 

Todas as atenções da opinião pública brasileira dividem-se entre as competições da Copa do Mundo e as Convenções Partidárias, numa bifurcação de expectativas que prossegue na presente semana, galvanizando políticos e desportistas, em clima de esperanças e certeza de vitórias para equipes e legendas, nesse período de junho/julho do exercício corrente.

No dia 30 expira o calendário para que as siglas definam o rol dos respectivos postulantes a mandato eletivo, em todos os graus hierárquicos, o que significa o próximo surgimento daqueles que, nos Estados, despontarão como aspirantes a Governador e Assembleias Legislativas, bem assim Congresso Nacional, em suas duas Casas de representantes autênticos, chancelados pela massa votante, em todos os recantos de nossa Nação.

As Coligações começam a esboçar-se em conciliábulos diversificados, com vinculação ou não aos esquemas nacionais, numa multiplicidade de combinações, preponderando, inevitavelmente, interesses locais, superpondo-se à visão mais ampla da batalha de 5 de Outubro vindouro.

No Ceará, o prazo do Conclave ocorrerá no mesmo dia, entre as correntes do senador Eunício Oliveira (PMDB) e Cid Gomes (PROS), com os seguidores aguardando o agrupamento de facções, a fim de que se projetem as vagas no Senado, Câmara siglas e motivando o cálculo de cadeiras nos Plenários daquelas Casas, quando nelas estarão os representantes populares, ungidos pela vontade dos que decidem a respeito da relevante escolha.

Recorde-se nesta fase que antecede às deliberações majoritárias, de Presidente e Governador, registram-se rearrumações surpreendente numa comprovação evidente de que muitas incertezas ainda perduram sem que se arrisquem palpites sobre o término de tais especulações.

No Rio do Janeiro, por exemplo, a mídia torna publico o anúncio de que o ex-governador Sérgio Cabral não mais pleiteará a Senatória, abrindo mão para a ascensão do nosso colega Romário, o qual, por sua popularidade, poderá chegar a outra Casa, que já tive a honra de dirigir, em década passada.

O panorama é ainda passível de alterações, ao alvedrio dos que conduzem cada facção, no cenário ainda indefinido da presente conjuntura eleitoral, quando 32 correntes atuam, sob as vistas atentas da mídia e da imensa legião de compatrícios. 

MAURO BENEVIDES

Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados