Discursos

DISCURSO PROFERIDO PELO DEPUTADO MAURO BENEVIDES
NA SESSÃO DE 03 DE ABRIL DE 2007




SENHOR PRESIDENTE
SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS:




Após defender um pacto de coalizão, reunindo as agremiações que lhe dão sustentação política no Parlamento, o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou clara a intenção de inadmitir verticalização de posições, no preenchimento de cargos do segundo e terceiro escalões governamentais.
Com isso, o Chefe da Nação objetiva impedir que se transforme um Ministério em fendo de uma única facção, o que desfavorece a diretriz emanada do Planalto, com  vistas a assegurar uma co-participação das várias siglas em funções localizadas na estrutura da Esplanada, na Capital da República.
Com isso, pressupõe-se que haja extensão ao âmbito regional, dentro do espírito de aglutinação defendido pelo Primeiro Mandatário do País.
Assim se infere do reiterado pronunciamento de Lula da Silva, numa clara advertência às forças que oferecem apoio ao Executivo nas duas Casas do nosso Parlamento.
Se assim não ocorrer, posicionamentos conflituosos refletir-se-ão nas votações aqui procedidas, o que dificulta o trâmite de proposições de interesse do situacionismo.
Considero rigorosamente acertada a orientação emanada do nosso Presidente, agora reeleito para um segundo mandato, do alto de seus 58 milhões de sufrágios.
Acredito que o Líder da Maioria, deputado José Múcio e o Ministro das Relações Institucionais Mares Guia, num esforço conjugado, poderiam conciliar reivindicações controversas, buscando alternativas respaldadas na competência e austeridade dos que pleiteam colaborar em funções de destaque na estrutura oficial, em seus vários órgãos disseminados no território nacional.
Louvando, pois, o firme propósito do Presidente da República, espero que o Pacto de Coalizão não seja um mero instrumento de ficção política, mas algo de inspiração nobre, que cabe ser observado, sem restrições.

   
MAURO BENEVIDES
Deputado Federal

Mauro Benevides © 2011 Todos os direitos reservados